Bem-vindo a DocYouSign

Blog DocYouSign

Como um bom líder impacta na produtividade da equipe

Você já reparou como, hoje em dia, tem-se falado bastante sobre o novo perfil de um bom líder, relacionando suas características à capacidade de impactar na produtividade de uma equipe? De fato, as relações humanas mudaram bastante nas últimas décadas. E é claro que a gestão de pessoas seria afetada com isso! Os velhos padrões já não são mais efetivos, demandando que os chefes aprendam a arte de liderar pessoas para que seus times deem o máximo de si, apresentando resultados que vão além do esperado.

Mas será que você sabe reconhecer esse novo líder e entender por que ele é capaz de gerar resultados melhores nas equipes? Pois é justamente para esclarecer esses pontos que elaboramos o post de hoje. Aproveite para fazer uma autoanálise e levar sua carreira a um novo nível!

O mau versus o bom líder

O título um tanto quanto dramático traduz bem como são vistos os gestores tradicionais, aqueles chefes que impõem respeito pelo medo e só conhecem uma outra forma de conquistar o que querem: com dinheiro. No passado, a gestão desse tipo de líder até pode ter funcionado e dado retorno, mas a verdade é que, hoje em dia, um bom líder precisa ter um perfil moderno e democrático. Para ilustrar melhor essas diferenças, compare as principais características de uma liderança tradicional e de uma moderna:

Liderança tradicional

  • Prega o perfil de chefia;
  • Mede desempenho de forma objetiva, por meio de indicadores mensuráveis;
  • Tem uma postura arrogante, de quem sabe de tudo;
  • Motiva os funcionários por salário e bônus monetários;
  • Assume o papel de juiz.

Liderança moderna

  • Prega o perfil de mentoria;
  • Mede desempenho de forma ampla, considerando também características comportamentais;
  • Tem uma postura humilde, de quem aprende com sua equipe;
  • Motiva os colaboradores pelo bom exemplo, para o desenvolvimento profissional;
  • Assume o papel de coach.

Como é possível perceber, as diferenças são drásticas. E essa mudança radical só é possível por meio da humanização da gestão, obtida ao enaltecer algumas características específicas na gestão das equipes.

As características de um bom líder

As características a seguir foram identificadas em grandes líderes. Assim, quanto mais dessas características você for capaz de desenvolver, automaticamente melhor será sua gestão e os resultados apresentados por sua equipe. Veja:

Assumir-se em desenvolvimento

Um bom líder é humano. Por isso, apresenta-se como um profissional em constante aperfeiçoamento, sempre em busca de aprender mais (inclusive com seus liderados) e desenvolver novas competências.

Ter facilidade de comunicação

Para instruir bem uma equipe, é preciso se comunicar com facilidade, certo? Afinal, é por meio da boa comunicação que as pessoas são motivadas e facilmente direcionadas às metas que o gestor precisa cumprir. É simples: ele precisa se fazer entender.

Conhecer bem seus colaboradores

O lado humano do novo líder faz com que ele se preocupe com sua equipe não apenas no âmbito profissional. De modo geral, ele tenta conhecer os indivíduos que o ajudarão a gerar bons resultados: como é o perfil dessas pessoas, quais são suas melhores competências e quais ainda precisam ser desenvolvidas.

Procurar se mostrar empático

Quando um bom líder identifica que determinado profissional não está colaborando com a produtividade da equipe, ele não tece críticas ou parte para a punição. Na verdade, ele busca entender como pode ajudar no desenvolvimento desse indivíduo, instruindo-o da melhor forma possível.

Delegar estrategicamente as tarefas

Não se engane: delegar tarefas envolve muito mais que simplesmente mandar. Ao contrário do antigo modelo de gestão, o novo líder delega tarefas de acordo com as competências de seus liderados e da realidade de cada um. Se um profissional está com problemas particulares, por exemplo, é muito provável que sua produtividade despenque. Nesse caso, o líder direciona muitas das atividades (pelo menos as mais importantes) para outro membro da equipe. Um bom líder consegue ser estratégico na delegação de tarefas, bem como sabe que tarefa delegada não é responsabilidade transferida. Como é sua equipe, o líder entende que seu sucesso ou fracasso é sua responsabilidade.

Ser engajado nas metas

Além de gerir as tarefas que delegou à sua equipe, o bom líder se mostra engajado no cumprimento das metas. Se a equipe está sobrecarregada ou demonstra dificuldade em alguma demanda, por exemplo, ele próprio arregaça as mangas e põe a mão na massa. Afinal de contas, o sucesso da equipe também depende dele!

Entender o cenário tecnológico

Para ser um bom líder moderno, é preciso entender a transformação digital. Por isso, a liderança contemporânea deve se manter antenada, sempre em busca de atualizações sobre as novidades tecnológicas do momento — até porque algumas dessas ferramentas podem otimizar bastante o trabalho, aumentando a produtividade de uma equipe.

Prezar pela transparência

Para verdadeiramente motivar uma equipe, é preciso agir com o máximo de transparência possível. Há algum tempo, Steve Jobs achou que devia mudar o projeto do iPhone às vésperas de seu lançamento. Ele, de forma sincera e transparente, apresentou os motivos para tomar tal decisão. O resultado foi a adesão instantânea da equipe, que precisou trabalhar após o horário e até nos finais de semana para cumprir a meta. Vença o receio inicial para ver como seus colaboradores podem vestir a camisa da empresa com vontade!

O poder da liderança na produtividade

Apenas pelo detalhamento das características citadas acima já é possível imaginar o poder de um bom líder na produtividade de uma equipe, certo? Ele é capaz de motivar seus liderados a romper os limites que eventualmente tenham se imposto. O próprio Steve Jobs lá no início da carreira, ao desenvolver um game, solicitou a seu programador que o prazo a princípio de alguns meses fosse executado em poucos dias. Apesar de poder ser facilmente confundido com autoritarismo, a crença do líder no potencial dos profissionais pode motivá-los a ser mais produtivos no trabalho, sem haver prejuízos na qualidade do serviço.

Por isso tudo e muito mais, a liderança moderna tem se mostrado extremamente eficaz em comparação ao modelo retrógrado do chefe autoritário. Ao reunir o máximo das características desse novo gestor, você será capaz de promover revoluções no modelo de gestão de sua empresa e nos resultados da equipe. Para isso, precisa acreditar e se empenhar, saindo do pedestal em que os antigos gestores se colocavam por sua posição hierárquica e permanecendo no mesmo nível do seu time.

E você, acredita que esse bom líder pode aumentar consideravelmente a produtividade de uma equipe? Conseguiu identificar alguma dessas características em você ou em quem já o geriu? Deixe aqui seu comentário e divida suas impressões conosco!

(Visited 329 times, 1 visits today)

1 Comentário

  1. COMO ESSE NUNCA TINHA VISTO E 1000

Leave a Reply

Seu endereço de email não será publicado

*