A segurança e a credibilidade das assinaturas digitais têm ganhado instâncias que vão além da privada. Governos de países como Índia e Reino Unido já utilizam o certificado digital como forma de dinamizar a rotina e eliminar burocracias.

No Brasil, demos mais um passo importante em maio deste ano. O governador do Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja, se tornou um exemplo de líder estatal que adotou a tecnologia para assinar atos de sua competência administrativa, com autenticidade, integridade e validade jurídica.

As normas de assinatura digital seguem padrões estabelecidos para a Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileiras (ICP-Brasil). Até mesmo a Receita Federal do Brasil possibilita o uso de certificado e assinatura digital para os cidadãos.

Este recurso digital já está inserido na rotina de muitos profissionais. A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) também oferece o serviço de assinatura digital aos advogados para otimizar o dia a dia dos profissionais que precisam fazer diversas consultas e despachos rotineiramente e encontram, no universo ¬on-line, a praticidade para realizar tais tarefas de forma mais rápida e eficiente.

A adesão de órgãos públicos à assinatura digital está ocorrendo aos poucos, mas se faz cada vez mais presente em procedimentos importantes e pode melhorar a produtividade em todos os departamentos da organização pública. Seguindo assim os passos de muitas empresas privadas, que já adotaram este tipo de tecnologia a um tempo.

(Visited 224 times, 1 visits today)

Tags